Noticias
24-11-2015
Transparense project was presented at the European Utility Week in Vienna on 4 November 2015. The presentation "European EPC Markets and the Code of Conduct as a first step towards harmonisation and...
15-10-2015
Faça o download da nova brochura do Transparense: Towards Transparent Energy Performance Contracting Markets, onde pode encontrar também um resumo dos principais resultados do projecto. Saiba mais...
07-10-2015
O vídeo sobre o Código de de Boas Práticas está finalmente aqui! Assista e fique com um resumo do que o código pode fazer por si, como ele funciona e como se envolver. (O vídeo está em...

Código de Boas Práticas

QF: Como usar o Código de Boas Práticas para promover CDEs aos clientes?

Esta seção apresenta uma lista de QFs (Questões Frequentes) sobre como utilizar o Código de Boas Práticas para promover CDEs aos clientes. As QFs estão relacionadas com o plano de mercado da D6.4 e serão publicadas no website do Transparense. Para obter as definições básicas sobre CDEs, serviços de energia e termos relacionados, consulte por favor o website do Transparense, www.transparense.eu.

 

Q: O que é o Código de Boas Práticas para CDEs?

R: O Código de Boas Práticas para Contratos de Desempenho Energético (CDEs) está a ser desenvolvido no âmbito do Transparense. O Código de Boas Práticas para CDEs define os valores básicos, princípios, regras e expectativas, comportamentos e relações que são considerados fundamentais para o êxito da preparação e execução de projetos de CDE. O Código de Boas Práticas para CDEs serve como base para a tomada de decisões éticas, e destina-se a empresas de serviços energéticos, clientes e facilitadores de CDEs. O Código de Boas Práticas para CDEs define o que é um CDE e o que as diferentes partes envolvidas podem esperar umas das outras.

 

Q: Qual o objectivo do Código de Boas Práticas para CDEs?

R: O principal objetivo do Código de Boas Práticas é definir um conjunto de regras para a implementação de Contratos de Desempenho Energético para apoiar o desenvolvimento de um mercado transparente, de confiança e de alta qualidade, em toda a Europa. O Código de Boas Práticas para CDEs tem dupla finalidade, por um lado, a de melhorar a confiança no mercado de CDEs e, por outro lado, promover a aplicação dos melhores princípios de qualidade, métodos e práticas internacionais por todas as partes interessadas, incluindo decisores políticos.

 

Q: Quem irá seguir o Código de Boas Práticas para CDEs?

R: A integridade do CDE é assegurada pelos fornecedores ao aceitar e adotar o Código de Boas Práticas para CDEs. No entanto, o Código de Boas Práticas é também destinado aos clientes e facilitadores de CDEs, abordando valores e princípios para um CDE de qualidade.

 

Q: Como são estabelecidas as regras do Código de Boas Práticas para CDEs?

A: As regras do Código de Boas Práticas para CDEs estão estabelecidas sob a forma de nove princípios, que juntamente com os valores centrais, guiam o comportamento do fornecedor de CDEs e do cliente. O Código de Boas Práticas para CDEs contem também algumas instruções detalhadas que proporcionam orientações adicionais.

 

Q: Quais os benefícios para os clientes ao usarem o Código de Boas Práticas?

R: Um dos benefícios de usar o Código de Boas Práticas é o de apoiar a disponibilização de uma economia de poupanças garantidas, de transferência de risco do projeto, gestão de energia e conhecimentos especializados para projetos de melhoria da eficiência energética financeiramente viáveis.

 

Q: Porque razão é o Código de Conduta relevante para os CDE?

R: O estabelecimento de um CDE assume diferentes formas em cada país e, ocasionalmente, tendem a prestar menor atenção às características essenciais de um CDE, tais como as garantias contratuais de poupança de energia. O Código de Boas Práticas para CDEs estabelece, regras gerais e diretrizes para agentes do mercado de CDEs, especialmente para fornecedores de CDEs, aumentando o nível de qualidade para este tipo de projetos.

 

Q: O que (não) deve o Código de Boas Práticas significar para os fornecedores de CDEs?

R: Através da sua atividade, os fornecedores de CDEs seguem dois objetivos principais: fornecer serviços de energia (CDEs) e obter lucros ao fazê-lo. O Código de Boas Práticas Para CDEs define os princípios básicos de comportamento e conduta que irão garantir que a meta de alcançar o lucro não vai anular o objetivo de oferecer serviços de alta qualidade.

No entanto, o Código de Boas Práticas não é uma lei e, portanto, cabe principalmente às partes envolvidas no mercado de CDEs usar o código em seu benefício.

 

Q: O Código de Boas Práticas representa apenas mais uma obrigação para os fornecedores de CDEs?

R: À primeira vista, pode parecer que o Código de Boas Práticas para CDEs define apenas (mais) uma série de obrigações e exigências. No entanto, não é desta forma que o Código de Boas Práticas deve ser entendido. Pelo contrário, esta ferramenta pode ser muito bem utilizada em atividades de marketing. Ao subscrever e, especialmente, seguindo as regras e princípios do Código de Boas Práticas para CDEs, os fornecedores de CDEs podem mostrar aos seus clientes que oferecem serviços de alta qualidade.

 

Q: Será o Código de Boas Práticas relevante para os clientes e facilitadores de CDEs ao representar os seus?

R: Por um lado, os clientes e facilitadores de CDEs podem usar o Código de Boas Práticas como um ponto de referência sobre o que esperar e exigir dos fornecedores de CDEs durante o processo de consulta (concurso), ao instalar as medidas de eficiência energética e, especialmente, durante a monitorização e verificação das economias de energia. Por outro lado, o Código de Boas Práticas para CDEs representa um desafio para os clientes e facilitadores se tornarem parceiros de confiança para os fornecedores de CDEs.

 

Q: Pode o Código de Boas Práticas para CDEs influenciar o nível de economia de energia alcançado?

A: O Código de Boas Práticas pode ter um impacto (positivo) sobre o nível de economia de energia alcançado. Deve-se no entanto ter em mente que a declaração dos fornecedores de CDEs em seguir o Código de Boas Práticas, não significa automaticamente a perfeição dos projetos. No entanto, o Código de Boas Práticas representa um conjunto de princípios que, se forem cumpridos, oferecem orientação para desenvolver projetos de alta qualidade e com ótimos resultados.